Nos últimos tempos o mercado se tornou uma soma de características desafiadoras que forçam os líderes a serem mais multidisciplinares, estratégicos e mais resilientes do que nunca.

No mercado dos postos revendedores e suas lojas de conveniência, onde o aspecto liderança se torna tão relevante, não foi diferente.

O que é VUCA? E Como se adequar em momento de crise? A expressão VUCA é formada pela junção das palavras (Volatility, Uncertainty, Complexity e Ambiguity) que em português significam – Volatilidade, Incerteza, Complexidade e Ambiguidade.

Entender como se concretizam cada um dos fatores que compõem as novas regras do jogo mercadológico é o primeiro passo para administrar as situações às quais os líderes são submetidos diariamente.

VOLATILIDADE: as mudanças sempre existiram, o que as faz diferentes neste novo paradigma é o fato de serem voláteis, ou seja velocidade, magnitude e turbulência na dinâmica das mudanças.

Volatilidade é algo que precisa de ajuste e sempre está ligada ao preparo interno, devendo ser prevalecente a postura de “bambu”, ou seja, alta flexibilidade.

 

INCERTEZA: sendo uma consequência do mundo volátil, a incerteza cerca o mundo corporativo, pois não há como prever o futuro com exatidão, o que acaba por deixar dúvidas sobre a efetividade das ações tomadas, visto que fatores imprevisíveis podem acontecer, tornando sem efetividade o que foi anteriormente considerado.

Mente aberta, mindset adaptativo, estado de atenção, centramento e coragem são exemplos de gestão e ajustes situacionais.

Quem não se adapta, dança!!

COMPLEXIDADE: no mundo VUCA o cotidiano fica ainda mais complexo, dado os diferentes acontecimentos não lineares que dificultam a interpretação do líder, fazendo surgir uma sensação de caos.

Neste contexto turvo, permanece a responsabilidade do gestor estratégico de entender a conexão entre os fatores em jogo, bem como as causas e efeitos deles para criar possibilidades e tornar as decisões mais assertivas.

AMBIGUIDADE: a interpretação das situações se tornou múltipla. A visão maniqueísta de que há somente duas possibilidades e que apenas uma delas é a resposta para os problemas que surgem é ultrapassada.

Hoje, inúmeras perspectivas sobre o desencadeamento de ameaças e/ou oportunidades dos acontecimentos coexistem, aumentando a necessidade da gestão de risco de forma responsável, sempre considerando todos os lados existentes de uma mesma situação.

Para se adequar ao imprevisível mundo VUCA é preciso ter uma soma de habilidades que caracterizam a gestão eficaz, por isso a presença do gestor é indispensável para orientar e desenvolver, junto aos profissionais que lidera, as melhores respostas aos desafios.

O mercado pede empresas que destaquem sabedoria das pessoas. Mostra a necessidade de mudança em vários aspectos das nossas vidas, inclusive nossa forma de viver.

Temos que priorizar uma vida mais humana e com mais responsabilidades sustentáveis.

Todas as empresas terão que mudar a forma de atuar, o modelo antigo não serve mais. Não podemos mais lidar com uma visão analítica, precisamos lidar com sabedoria.

Para isso, liderança transformacional é a chave, mas também o grande desafio: precisamos de líderes transformadores em nosso segmento de revenda.

Quem vai fazer? Gestores de negócios inovadores que trabalhem com esse novo estilo de liderança.

O que contempla esse estilo?

  • Visão sistêmica complexa;
  • Superação de conflitos e jogos de poder;
  • Poder decisório a partir da sabedoria.

Dica: SE EU NÃO ME TORNAR DIFERENTE PARA O MEU CLIENTE, ME TORNO INDIFERENTE PARA ELE. UMA VEZ QUE SOU INDIFERENTE, QUALQUER UM SERVE!!

A Consultora Cristina Lima é a mais nova colunista do Portal Brasil Postos e escreverá temas como a gestão de pessoas, comportamento, treinamentos de equipes, gestão do posto e da loja de conveniência.

Atua no mercado de combustíveis desde 2001, com treinamentos ministrados para a Petrobras em 82% dos estados da federação, como também para o DF, aliada à sua formação acadêmica na área educacional como Pedagoga, com especialização em Gestão escolar. A Especialização no formato MBA em Gestão de Pessoas, veio solidificar seus conhecimentos que a qualificam para conduzir sua equipe de consultores de treinamentos e construção de projetos de Gestão de Pessoas.

HISTÓRICO PROFISSIONAL
– Atribuições destinadas à PETROBRAS DISTRIBUIDORA S.A (até o início de 2018).
· Elaboração e realização de treinamento e palestras: motivacionais, atendimento a clientes, vendas, SMS com foco na Sustentabilidade, Segurança Alimentar, Responsável Técnico, Combustíveis Petrobras, Lubrificantes, Gerenciamento de Postos de Combustíveis, aprendendo sobre lubrificação, Como Atuar nas lojas BR MANIA (Petrobras), apresentação do PIM (plano integrado de marketing) em diversas praças como: Fortaleza, Belém, Minas Gerais, Brasília, Goiânia. Apresentação também do DESAFIO PETROBRAS em diversas regiões do país. (Norte, Nordeste, Centro Oeste, Sudeste e Sul.)

Atualmente atua como consultora na área dos postos e Lojas de conveniência para Raízen / Shell em todo o Brasil. Alguns treinamentos realizados:

• Venda mais Loja Shell Select;
• Liderança Ativa para Lojas de Conveniência;
• Experiência Shell V Power;
• Venda mais lubrificantes;
• Técnicas de mershandising para lojas de conveniência;
• Exposição e organização de produtos nas lojas de conveniência;
• Treinamento de abertura de lojas (arrumação de gondolas, prateleiras e geladeiras);

 

 

+++ Quais as DORES você enfrenta na gestão do posto?

+++ Lançamento Oficial da Academia de Ensino Brasil Postos. Confira !

+++ Dormiu frentista e acordou gerente! E agora? Assista ao vídeo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here