O diesel tem propriedades físico químicas características que podem influenciar na absorção de umidade que chamamos de (higroscopicidade). Essa característica mais o clima da região norte do Brasil (super úmido) mais a logística (transferências entre tanques e tempo de armazenamento) otimizam o processo de criação de borra (lama marrom ou escura).

Essa lama as vezes com cheiro característico é proveniente principalmente da umidade criada diariamente no interior dos tanques que escorrem para o fundo do tanque.

Essa quantidade diária não é grande (é na grandeza de mL, a depender do volume do tanque de armazenamento), mas é o suficiente para criar um ambiente propício para microrganismos.

+++ Leia também : A presença de água e a formação da borra do diesel (biomassa microbiana)

Esses microrganismos ambientados na água acumulada no fundo tanque se proliferam rápido formando colônias, pois se alimentam do próprio diesel criando um ciclo e aumentando a degradação do combustível, então temos a lama bacteriana fedorenta já conhecida de postos de gasolina ou parques de tanques de armazenamento.

Esse acumulo é possível, pois no tanque o tubo que puxa o combustível não fica no fundo, (pescador) está acima de 20 a 30 centímetros e ainda tem o (poceto), fazendo com que a lama seja identificada somente quando já puxada pelo pescador ou quando já causa homogeneização da sujeira em todo o tanque.

Então essa lama bacteriana depositada no fundo do tanque contamina todo o volume a cada recebimento de diesel pois há uma movimentação e homogeneização em todo o produto, as vezes tendo-se que esperar um tempo de decantação para se utilizar o combustível e muitas das vezes danificando os filtros e bombas.

Quanto a ferrugem e outras partícula sólidas são eficientemente removidas pelo próprio sistema de filtragem. Porém quando a sujeira é muito grande, os filtros perdem eficiência causado pelo entupimento e fazendo com que os mesmos sejam trocados desnecessariamente elevando os custos de manutenção.

Além danificarem as bombas, pois o aumento da pressão força as bombas de abastecimentos gerando vazamento e rupturas sistemáticas nas conexões, deixando o ambiente sujo e perigoso.

Como você padroniza e monitora as operações no seu posto de combustível e loja de conveniência ? Assista ao vídeo e conheça o Aplicativo Check List Brasil Postos

O que fazer para eliminar lama fétida dos tanques de diesel?

Para prevenir, diminuir ou eliminar a lama bacteriana dos tanques de diesel dos postos de gasolina, de parque de tancagem de distribuidoras de combustíveis, tanques de usinas termoelétricas entre outros, pode-se trabalhar as seguintes condições e rotinas:

1° Criar procedimento de acompanhamento sistemático.

2°) Realização vistoria geral das escotilhas, tampas aéreas dos tanques e suspiros estão fechadas, vedadas, sem entrada e seguros não sendo possível entrada de água de chuvas.

3°) Realização da drenagem diária nos tanques de armazenagem com controle diário e sempre após recebimento de combustível.

4°) Utilização de pasta d’água para certificação/identificação/acompanhamento/drenagem da água acumulada no fundo do tanque.

5°) Limpeza sistemática no tanque de armazenamento conforme ABNT recomenda.

6°) Controle de recebimento/transferência do diesel realizando as análises básicas, cor, aspecto e densidade e pasta d’água antes e depois do recebimento, mantendo a rastreabilidade e a qualidade do produto no recebimento.

7°) Depois de iniciada as etapas anteriores descritas, trocar os filtros conforme orientação do fabricante, essa troca considera a saturação do filtro, que naturalmente é expressa pelo fabricante pelo volume que passou no filtro.

8°) Ter um responsável treinado para desenvolvimento e controle dessas atividades. Essas atividades podem variar um pouco dependendo do volume e tipo do empreendimento posto de gasolina, tanques aéreos entre outros.

Essas aplicações colocadas em prática reduzem custos de manutenção com filtros, reparos em bombas e vedações, contaminações de produto, problemas motor geradores por causa do combustível, problemas com clientes dos postos revendedores e muitos outros.

Escrito por ELIOMAR OLIVEIRA – Gerente de Qualidade https://www.linkedin.com/in/eliomar-oliveira/

 

 

+++ As principais causas de vazamentos em postos de combustíveis. Modelo antigo X atual

+++ Troca de Óleo – Vala X Elevador Automotivo – Qual a melhor alternativa?

+++ Entenda a Importância na Programação de Operações de Manutenção em um Posto de Combustível

+++ Vapor na Pista do Posto – Conheça as Diferenças entre as Unidade de Recuperação de Vapor Estágio 1 e Estágio 2

+++ Caixa Separadora Água e Óleo – Saiba por que é obrigatório em atividades automotivas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here