Muitos dos projetos de transformações dentro das empresas/organizações acontecem pelas mais diversas razões: implantação de novos sistemas de gestão, mudanças de procedimentos, redução de pessoal, estratégias de negócios etc.

As estatísticas por sua vez demonstram que o investimento em mudanças nem sempre gera o retorno desejado. Não é raro ouvirmos dizer que um ou outro projeto importante não saiu do papel, morreu do nascedouro ou sofreu tanta resistência que nunca foi viabilizado. Outros estão patinando há meses, e parece que nunca sairão do lugar.

DICAS PARA NÃO COMETEREM AS MESMAS FALHAS SEMPRE!

CONCENTRE SEUS ESFORÇOS NAS PESSOAS – Todas as medidas a serem tomadas dependem desta. Gestão de mudanças tem a ver com processos, com tecnologia, com estratégias, treinamentos e com mais um monte de outras coisas, mas o foco é um só: as pessoas.  Por que? Porque independentemente de quão importante, necessária ou essencial seja a mudança para a organização, as pessoas é que determinarão se será ou não implantada de maneira efetiva e eficaz. Elas que podem perder o senso de direção, ficar frustradas, desmotivadas e angustiadas, resistindo às mudanças. Portanto, se a mudanças não começar pelas pessoas, nada acontecerá em lugar nenhum!

PLANEJE A MUDANÇA – Se engajar as pessoas no processo já é tarefa difícil, é quase que impossível realiza-la quando quem está propondo a mudança não sabe que etapas, desafios ou direção tomar. Nesse caso, é impossível ter um mapa detalhado do futuro, mas podemos nos prepararmos com os “apetrechos” básico, estimando assim o que é esperado.

COMUNIQUE, COMUNIQUE E COMUNIQUE – Nada pode causar mais dano ao processo de mudanças do que a falta de comunicação – exceto, talvez, o excesso de comunicação, a comunicação malfeita, mal direcionada, inoportuno e o público errado. Identifique a mensagem certa para cada momento e para cada público.

SEJA HONESTO: MENTIR É PECADO, MAS OMITIR PODE NÃO SER – nem todo mundo precisa ou deve saber de tudo sobre tudo. Há questões delicadas que só devem ter conhecimento os que forem parte integrante do propósito. Defina o que cada pessoa ou grupo de pessoas deve e pode saber. Com isto em mente, seja claro, direto e jamais falte com a verdade. Mentir leva a perda de confiança, o que pode comprometer a chance de uma mudança segura e, principalmente, as bases para um relacionamento futuro.

 

“NO PAIN NO GAIN” – As pessoas começam a perder a confiança nos gestores da mudança quando só ouvem falar nos “ grandes benefícios” que o projeto trará, como “tudo será maravilhoso”, e não ouvem falar no preço da mudança.

 

É recomendável esclarecer, logo no início, que não há mudanças sem sacrifícios. As pessoas deverão ser preparadas para o crescimento pessoal e profissional, fazer assimilação a nova situação, aprender novos conceitos, desenvolver novas habilidades, se assim for necessário e entender de uma forma mais fidedigna a onde a empresas quer chegar e qual o seu papel dentro desse processo.

 

ENTENDA AS RAZÕES DA MUDANÇA ANTES DE ESPERAR QUE OS OUTROS AS ENTENDAM –  Assumir tipo a postura de “ dono do mundo” ou “ rei da cocada”, que não deve satisfações a ninguém, não é apenas uma demonstração de arrogância, é também um risco para a mudança. Recomendo que existam explicações razoáveis para os colaboradores do que a utilização de velhos argumentos do tipo: “ tem que ser assim” ou “ é porque eu quero e ponto final”

 

No geral as pessoas não se mostram muito dispostas a seguir os “ amos e senhores “ e muito menos se deixarem envolver por estratégias que parecem não ter pé nem cabeça. Não é à toa que muitos projetos falham, apesar de bem elaborados. Não há o comprometimento.

 

COLOQUE “TEMPO” NO CRONOGRAMA – É comum colocarmos muitas atividades em nossos cronogramas, e esquecermos que as pessoas precisam de tempo para assimilar novidades. Além da boa informação, dê-lhes tempo para assimilar o que é novo. Mudanças instantâneas são muito arriscadas. Uma semana a mais pode ajudar a minimizar muitas dúvidas. Com isso todos se tornarão aptos a contribuir e assimilar o novo formato, ou mesmo até defendê-lo. 

 

NÃO TENTE FAZER TUDO SOZINHO – Por último, e nem por isso menos importante procure uma assessoria especializada. Como mentora e consultora há mais de 20 anos, está é a minha sugestão, pois as mudanças exigem uma visão mais crítica para descobrir quem e o que precisa mudar, e como este processo deve ser executado. Quando se faz parte da mudança, nossa visão tende a não ser suficientemente imparcial e clara. É por este motivo que médicos e alguns outros profissionais, evitam tratar seus familiares e preferem consultar outros colegas quando não se sentem bem. 

Espero que a leitura desse artigo lhe agrade e que também o faça refletir qual o melhor caminho para a realização do processo de transformação no seu posto ou loja de conveniência, sendo assim não cometa os mesmos erros ou falhas que muitos desavisados já cometeram. 

 

      

A Consultora Cristina Lima é a mais nova colunista do Portal Brasil Postos e escreverá temas como a gestão de pessoas, comportamento, treinamentos de equipes, gestão do posto e da loja de conveniência.

Atua no mercado de combustíveis desde 2001, com treinamentos ministrados para a Petrobras em 82% dos estados da federação, como também para o DF, aliada à sua formação acadêmica na área educacional como Pedagoga, com especialização em Gestão escolar. A Especialização no formato MBA em Gestão de Pessoas, veio solidificar seus conhecimentos que a qualificam para conduzir sua equipe de consultores de treinamentos e construção de projetos de Gestão de Pessoas.

HISTÓRICO PROFISSIONAL – – Atribuições destinadas à PETROBRAS DISTRIBUIDORA S.A (até o início de 2018).
Elaboração e realização de treinamento e palestras: motivacionais, atendimento a clientes, vendas, SMS com foco na Sustentabilidade, Segurança Alimentar, Responsável Técnico, Combustíveis Petrobras, Lubrificantes, Gerenciamento de Postos de Combustíveis, aprendendo sobre lubrificação, Como Atuar nas lojas BR MANIA (Petrobras), apresentação do PIM (plano integrado de marketing) em diversas praças como: Fortaleza, Belém, Minas Gerais, Brasília, Goiânia. Apresentação também do DESAFIO PETROBRAS em diversas regiões do país. (Norte, Nordeste, Centro Oeste, Sudeste e Sul.)

Atualmente atua como consultora na área dos postos e Lojas de conveniência para Raízen / Shell em todo o Brasil. Alguns treinamentos realizados:

• Venda mais Loja Shell Select;
• Liderança Ativa para Lojas de Conveniência;
• Experiência Shell V Power;
• Venda mais lubrificantes;
• Técnicas de mershandising para lojas de conveniência;
• Exposição e organização de produtos nas lojas de conveniência;
• Treinamento de abertura de lojas (arrumação de gondolas, prateleiras e geladeiras);

+++ Líderes de resultados – Novo Normal em Postos e Conveniência

+++ O Mundo V U C A – Aplicado ao Momento da Revenda de Combustíveis e Lojas de Conveniências

+++ Quais as DORES você enfrenta na gestão do posto?

+++ Lançamento Oficial da Academia de Ensino Brasil Postos. Confira !

+++ Dormiu frentista e acordou gerente! E agora? Assista ao vídeo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here