Durante um happy hour, em meio a uma conversa engraçada com um grande amigo revendedor do interior de São Paulo, entre um chope e outro, ele esbravejava que montou um posto de gasolina para vender pinga e pão. Para quem se aventura a vender combustível, tem que ter ciência que a loja é obrigatória para existência do Biz.

Para falarmos sobre o tema de hoje, precisamos ir até o Palácio de Versalhes, França, precisamente em 21 de julho de 1751. Um banquete era oferecido pelo rei Luís XV a comunidade financeira, onde ele listou, em documento, 48 tipos de pratos, sopas, carnes e sobremesas, que ali foram servidos.

A obra de arte foi desenhada pelo artista e calígrafo Brain Sainte Marie e faz parte do acervo do museu do Palácio de Versalhes.

Outra versão aceita é que seriam os alemães, que teriam sido os inventores em abril de 1521. O Duque Heinrich Brunswick Wolfenbuttel fez com que seus cozinheiros escrevessem em um pergaminho a lista de todos os pratos servidos no banquete da dieta de Worms.

Desde então o cardápio se perpetua nos estabelecimentos que servem comida.

Você que acompanha a nossa coluna deve ter visto a matéria do delivery e a quebra das fronteiras dos comércios. Caso não tenha lido, aconselho que volte alguns links e intere-se no assunto.

Desta maneira, vamos abordar o cardápio, pois esse é um ótimo gancho para melhorar a comunicação entre você e seu cliente a respeito da suas ofertas de food e aproveitar ainda para ingressar nas plataformas com algo moderno e atrativo.

Ter uma boa comunicação interna sobre a comida ofertada, bebidas e outros produtos é fundamental.

O cardápio é o instrumento mais importante de vendas e reflete a imagem da casa.

Dedicar algumas horas de trabalho árduo com uma boa gráfica e um bom fotógrafo para desenvolver seu menu e válido. Até mesmo a contratação de empresas especializadas para desenvolver algo original e diferenciado.

Ao cruzar a marginal Tietê em São Paulo parei em um posto de gasolina para carregar o meu celular, pois precisava utilizando o GPS e aproveitei para comer algo. Senti falta de o funcionário me oferecer um cardápio para que eu pudesse fazer a escolha.

Apesar de grandes companhias fazerem cardápios, precisamos de algo dedicado a nossa loja individualmente.  Devemos desenvolver um modelo mais inovador. Começando pela parte de café da manhã, seguindo para lanches, refeições rápidas, bebidas, combos e até mesmo sobremesas.

É muito positivo aprimorar aquele cardápio engessado, que a companhia fornece e turbiná-lo, aumentando o leque de ofertas para o cliente. Sabemos que cada loja tem sua particularidade e fornecedores, que possam ser desenvolvidos localmente, melhorando assim a oferta de seus produtos.

Seguem algumas dicas para você montar o cardápio da sua loja de conveniência.

Comece pelo café da manhã. Faça fotos profissionais com vendas casadas, tais como: café com leite e pão de queijo. Caso tenha chapa na loja, ou padaria de CIA, melhore sua gama de frios e embutidos. Fotografe mistos e queijo quentes, pão na chapa etc. As frutas também são outra opção: frutas como papaia, abacaxi com hortelã, saladas de frutas…

Em seguida passe para toda a parte de lanches e pratos prontos para finalizar em Speed Oven, ou micro-ondas. Lembre-se de comprar um prato maravilhoso para servir aquela lasanha quatro queijos congelada, que vendemos em loja, enobreça a apresentação do produto.

Caso você tenha chapa vale a pena conferir a linha de foodservice da Ceratti, o que dispensa a máquina de frios. A porção de calabresa vem fatiada e embalada em kits de 1 kg podendo ser feitas três porções que cada uma serve bem dois adultos. Facilita o controle e a validade das frações. Adicione uma cebola cortada em quatro partes e solte pétala por pétala acerte o azeite o sal e a pimenta do reino passe na chapa até que fique translúcida. Em seguida acrescente as 330g de calabresa Ceratti e doure sem perder a umidade. Sirva em seguida com porções de torradas da sobra do pão da padaria. Polvilhe orégano alecrim e azeite na torrada.

O próximo passo é a parte de sobremesas: sorvetes diferenciados, paletas mexicanas, ou até mesmo sobremesas rápidas feitas a partir de picolés, pote de 2 litros como mostramos em matéria anterior que se encaixam perfeitamente neste momento. Bolo do dia fatiado cai bem como outra opção.

Na sequência, toda a parte de bebidas. Desde sucos em latas, refrigerantes diversos, ou algo especial que somente você tem na sua loja, aquele suquinho japonês, por exemplo. Ter um liquidificador profissional e algumas frutas, em exposição no balcão refrigerado, pode gerar excelentes margens com bebidas como suco, batidas matinais e até mesmo drinks à noite. Por fim termine com toda a parte de bebidas alcoólicas. Toda parte de cervejas nacionais, importadas e Premium assim como todos os destilados e vinhos.

Crie pequenas fotos individuais presas com um clip no cardápio, traz destaque!

Outra boa dica é a utilização de painéis de LED modernos e de última geração, que atraem o público do giro do combustível, ou até mesmo dentro da loja, ofertando o cardápio eletronicamente.

Ter um contrato mensal com gráficas para banner digital do cardápio e ofertas para as mídias sociais é muito interessante.

Espero que ajude a inspirar o grande chef que existe dentro de você.

Um fraterno abraço do chef Borba.

Se você se interessa por informações do segmento de loja de conveniência acesse a Categoria Loja de Conveniência do Blog Brasil Postos.

+++ Da Pista – Para Cozinha – Conheça o case de sucesso do revendedor que virou chef para lojas de conveniência

+++ O posicionamento da Cerveja Premium no Mercado de Lojas de Conveniências

+++ Pão de Queijo – O Símbolo Nacional das Lojas de Conveniência no Brasil

+++ Futuro dos postos está na conveniência, diz Michael Davis (NACS) durante ExpoPostos & Conveniência 2019

+++ Serviços para Lojas de Conveniência – Como adaptar a sua loja e trazer mais clientes

+++ Lojas Americanas e BR Mania juntas !

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here