As atividades dos órgãos que regulam o Arla 32 vêm aumentando por todo o Brasil.

A Polícia Rodoviária Federal realizou entre os dias 17 e 29 de maio uma megaoperação para inspecionar o uso correto do Arla 32 nas rodovias do sertão de Pernambuco.

A operação de controle do Arla 32 foi denominada de Bodas de Caná III, teve a duração de 13 dias onde foram verificados 1457 veículos.

Ao final das ações que ocorreram nas cidades de Salgueiro, Petrolina e Serra Talhada, a PRF registrou as seguintes ocorrências:

795 autuações;
35 Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCOs);
13 veículos apreendidos;
1 posto de combustível autuado por vender Arla 32 fora dos padrões.

Segundo o Instrutor de Fiscalização Ambiental da Polícia Rodoviária Federal, Paulo Demarch, a instituição vem investindo em melhorias na supervisão das emissões de poluentes veiculares: “A PRF vem constantemente modernizando a fiscalização de emissões veiculares, principalmente na fraude do Arla 32”, e reforçou: “O policial Rodoviário é treinado para pegar todas as fraudes envolvendo o Arla 32“.

Essas ações de cumprimento das leis ambientais e de trânsito demonstram a seriedade com que os órgãos responsáveis vêm inspecionando o uso correto do Arla no Brasil, refletindo a importância com que o agente redutor é visto.

A intensificação do policiamento motiva os consumidores a procurar fornecedores qualificados e de confiança, aumentando a demanda de Arla 32 em Postos de Combustíveis, TRR’s e Distribuidores que vendem o produto conforme as normativas do Inmetro.

Como ocorre a fraude

Nas estradas a fraude ocorre de diversas maneiras, desde de produtos feitos em fundo de quintal com o emprego de ureia agrícola, totalmente desaconselhável, à instalação dos chamados emuladores ou, como são conhecidos chips paraguaios. Uma versão tosca do que o mundo viu no caso da Volkswagen com o Dieselgate. O dispositivo eletrônico instalado no painel do caminhão “engana” os sensores do sistema de pós-tratamento, fazendo-os admitir a presença do Arla no circuito, quando na verdade não há pulverização do produto.

O Arla, sem dúvida, trouxe um custo a mais na operação de transporte, em média, cada 1.000 litros de diesel consumidos são necessários 50 litros do reagente. Um galão de 20 litros de Arla custa nos postos de serviço entre R$ 45 e R$ 50. A burla, no entanto, parece não compensar. O uso do produto fora das especificações ou deixar de usá-lo condena o sistema de pós-tratamento. No mercado, um catalizador pode chegar a custar R$ 20 mil. Depois, a fraude é tanto um crime ambiental quanto fere o Código Nacional de Trânsito, com penas de até R$ 50 milhões.

O mercado revendedor de combustíveis vem encontrando medidas mais seguras para se proteger das falsificações através da produção autônoma de Arla 32 nas dependências do próprio posto e com a certificação do INMETRO.

Aproveite a oportunidade com a empresa líder de mercado no segmento!

Produza seu próprio Arla 32 com a empresa que mais entende desse mercado no Brasil!

Descubra como Produzir Arla 32 no seu posto e garantir uma grande margem de lucro além de assegurar a qualidade do produto.


fornecimento_ureia_arla_32
Ureia automotiva para Arla 32 sempre disponível – Nossa exclusiva metodologia de fornecimento garante disponibilidade constante de matéria prima e evita que sua fábrica de Arla 32 pare pela indisponibilidade de Ureia no mercado. Sem complicações e sem alterações de valor.

  • Disponibilidade Constante – Sua produção não pode parar por indisponibilidade de matéria prima no mercado.
  • Qualidade Certificada Pela Arla Fácil – Nossa matéria prima tem qualidade certificada que garante que o produto Arla 32 final esteja com em conformidade com as normas.
  • Entrega em todo o Brasil – Fique tranquilo! Entregamos em todo o país, onde e quando você precisar!

Quero produzir e vender ARLA 32. Como a empresa Arla Fácil pode me ajudar? A empresa Arla Fácil possui uma equipe especializada em ARLA 32 e apta a assessorar em atividades que vão desde a montagem da planta até a obtenção da certificação junto ao INMETRO.

  • Análise e desenvolvimento do layout da planta fabril;
  • Mapeamento dos equipamentos necessários;
  • Disponibilização da cadeia de fornecedores;
  • Análise técnica do processo de fabricação;
  • Implantação dos requisitos da ISO 9.001 e ISO 22.241;
  • Intermediação do processo de certificação junto ao INMETRO.

A Arla Fácil – Acreditamos que os desafios da fabricação e logística do Arla 32 não podem ser maiores do que as oportunidades que se apresentam nesse nicho.  Nosso objetivo é levar ao mercado do Arla tecnologia de fácil manuseio e adaptável ao dia-a-dia dos postos de combustíveis. Dessa forma, nos tornamos especialistas nos processos de produção e abastecimento de Arla 32, sendo reconhecidos nacionalmente como lideres e referências nesse mercado.

Tire suas dúvidas entre em contato e agende uma visita técnica com nossos especialistas.

Botão-quero-mais-informações (1)

Se você tem interesse em receber maiores informações sobre a Produção Autônomo de Arla 32 em Postos de Combustíveis ou outros segmentos. Clique aqui.

Nossos contatos são: www.arlafacil.com.br  | Fone: 41 3123 7878 | email: [email protected] |

banner_Leia _também1

Você também pode interessar-se: 

Rede de Postos Faisão fabrica
e vende seu próprio Arla 32

Fabricar Arla no Posto 
pode ser uma saída?

Fabricação de Arla 32 em Postos
de Combustíveis – Como conseguir 
a certificação do Inmetro

Fabricação de Arla 32 em 
Postos de Combustíveis: 
uma nova tendência de mercado

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here