Dispositivos poderão ser submetidos a verificação inicial até 15 de dezembro deste ano

O Ministério da Economia aprovou, nesta segunda-feira, uma portaria com as regulamentações do uso correto de bombas de combustível. O regulamento técnico metrológico consolidado para bombas medidoras de combustíveis líquidos foi publicado no Diário Oficial da União.

A regulamentação estabelece condições mínimas, a exemplo das operações de controle para bombas, com o objetivo de impedir o uso indevido. Os equipamentos adaptados devem apresentar uma placa de identificação, além da etiqueta identificando a validade da última verificação.

Entre os requisitos, estão a padronização do volume de combustível medido e se itens como mangueira, painel, bico, eliminador de ar e gás, plano de selagem, medidor de pulser, lâmpada e dispositivos de bloqueio estão em conformidade.

+++ Fábrica brasileira da Gilbarco Veeder-Root é premiada como a melhor do mundo

A portaria vale para bombas localizadas em instalações terrestres fixas ou em instalações aquáticas flutuantes fixas e móveis utilizadas na comercialização de combustíveis líquidos.

A regulamentação não se aplica a bombas medidoras de combustíveis líquidos localizadas em instalações terrestres móveis.

Em caso de defeito, o dispositivo deve ser devolvido ao fabricante e substituído por outro original. As bombas poderão ser submetidas a verificação inicial até 15 de dezembro deste ano.

LEIA A PORTARIA NA ÍNTEGRA 👇

Fecombustíveis – PORTARIA Nº 227, DE 26 DE MAIO DE 2022 – DOU 30 05 2022

+++ Gilbarco Veeder-Root oferece experiência real de posto totalmente automatizado na Agrishow 2022

+++ Cursos remotos para capacitação de técnicos da área de postos de combustíveis

+++ Bomba Prime S da Gilbarco Veeder-Root incorpora recurso antiadulteração do combustível

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here