Postos de combustíveis são empresas comerciais, precisam sempre estar atentos em comprar bem a mercadoria que irão vender, estabelecer o preço adequado para venda, ficar atento às despesas para que o resultado final de seu negócio seja positivo.

Parece óbvio e simples, mas nem sempre fácil, exige planejamento e constante acompanhamento.

Seja seu posto Bandeira Própria, ou bandeirado com alguma distribuidora é fundamental um esforço na negociação da sua compra de combustíveis, essa é uma tarefa diária, criteriosa e muitas vezes cansativa. Fica aqui também a observação que existem outros produtos que são comercializados no posto que merecem também a mesma atenção, mas o combustível é o coração do seu negócio e merece especial atenção. 

Seguindo esse raciocínio toda empresa para funcionar adequadamente precisa administrar bem o capital necessário a girar o seu negócio, portanto a necessidade de capital de giro do seu negócio (NCG) é própria de sua empresa e vai determinar o quanto de recursos financeiros terá que ser destinado ao bom funcionamento financeiro de seu empreendimento.

Para se calcular de forma simples o NCG podemos adotar a seguinte fórmula:

NCG = Contas a Receber + Estoques – Contas a Pagar

Onde contas a receber são aquelas vendas que não feitas em dinheiro (Cartões de crédito ou vendas a prazo), os estoques, ou seja, o que está armazenado dentro dos seus tanques e por último todas as contas que o posto ainda não liquidou (duplicatas a vencer, salários e encargos, etc.). Ou seja, é o valor mínimo que a empresa precisa ter de dinheiro para garantir sua operação, compra, venda de produtos ou serviços não pare por falta de recursos.

Se você não sabe como planejar ou analisar essa necessidade, é possível que em algum momento do futuro você precise de um empréstimo ou de um financiamento, e isso pode não ser bom. 

Quando nos referimos as contas a receber, estamos falando do financiamento de nossas vendas, daí a importância de comprarmos bem e saber precificar adequadamente os nossos produtos vendidos.

Hoje existem empresas especializadas em ajudar e orientar os revendedores a colocar o preço que lhe dará o melhor resultado financeiro no final do dia, ou seja praticar o mais alto preço possível considerando seu público alvo e a concorrência, o resultado disso será a otimização de sua receita bruta do seu negócio que será capaz de bancar todas suas despesas e no final lhes proporcionar um resultado financeiro (lucro) que compense todo e esforço e remunere o capital investido, que diga-se de passagem não é pouco.

Isso posto, para que tenhamos uma boa gestão do sua NCG, precisamos também refletir no valor financeiro que está armazenado nos tanques, de forma a minimizar os impactos no fluxo de caixa e por sua vez no financiamento desse recurso.

Esclarecendo que existem duas formas básicas de se financiar a NCG, com capital próprio ou de terceiros (Instituições financeiras por exemplo), de uma forma ou de outra existe custo.

Portanto controlar seus estoques, trabalhar sempre com o mínimo possível, examinando todos os riscos de suprimento é sempre uma boa prática, o que te indicará a melhor hora de fazer seus pedidos.

Ter um bom sistema de gestão e de medição de combustíveis é fundamental.

Relembrando o planejamento mencionado acima existem 6 estratégias capazes de diminuir sua NCG:

  1. Administrar e alongar ao máximo o pagamento a fornecedores;
  2. Reduzir ao máximo as vendas a prazo, consequentemente os recebimentos de clientes;
  3. Administrar bem o giro dos estoques, saber o melhor momento da compra e encurtando ao máximo seus estoques;
  4. Gestão dos empréstimos bancários;
  5. Controlar e reduzir custos e despesas;
  6. Ter um controle financeiro simples e eficiente.

Por fim se tudo isso é muito isso for muito complexo para você não se acanhe, peça ajuda, existem profissionais que entendem do seu negócio capazes a lhe proporcionar a ajuda necessária para que tenha dias melhores no seu negócio, queremos que seu negócio seja financeiramente saudável e perene.

Escrito por: Vinicius Antunes Costa


VINÍCIUS ANTUNES COSTA que possui grande experiência no desenvolvimento de redes de postos, na área comercial, marketing, planejamento e engenharia de postos, lojas de conveniências e lubrificantes. Trabalhou na Shell Brasil S/A, Ale Combustíveis S/A e diversas outras distribuidoras de combustíveis regionais. São ao todo 40 anos de experiência no setor com uma pequena passagem pelo mercado financeiro de 1992 a 1996.

+++ Agregar Receitas – Futuro dos Postos de Combustíveis

+++ A atividade mais fiscalizada do Planeta

+++ Ser bandeira branca ou bandeirado ? Eis a questão .

+++ Dono de Posto. Você se considera um bom gestor?

+++ Seu posto está vendedor?

+++ Bandeira Branca – Se não somos inteligentes o suficiente para criar temos que ser corajosos para copiar

Assista também ao Webnário com Vinícius sobre Receita Agregada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here