A ALE Combustíveis lança um projeto voltado para a sustentabilidade energética.

A partir deste mês, os postos de combustíveis e serviços da marca em Minas Gerais passam a contar com redução na conta de energia elétrica, graças a uma parceria da ALE com a empresa de energia renovável Woltz e com a Engie, proprietária de uma usina solar no Estado.

A iniciativa deve ser expandida para outras regiões em que a ALE tem operações.

A medida está associada a um dos valores da companhia, que preza pelo desenvolvimento sustentável e pelo equilíbrio entre interesses econômicos, ambientais e sociais.

A Engie, maior geradora privada de energia do Brasil e uma das principais empresas no ramo de energia solar em operação no país, é detentora da tecnologia da geração. A usina fotovoltaica de 2,5MWp da empresa está sendo construída em Pompéu, a 170km de Belo Horizonte, e recebeu investimentos de cerca de R$ 12 milhões.

A eletricidade para os postos está sendo fornecida por meio da Comunidade Solar, um modelo de assinatura de energia em que os clientes não precisam ter telhado com as placas fotovoltaicas.

A iniciativa deve ser expandida para outras regiões em que a Ale tem operações. A medida está associada a um dos valores da companhia, que preza pelo desenvolvimento sustentável e pelo equilíbrio entre interesses econômicos, ambientais e sociais.

Segundo o diretor de Marketing e Varejo da Ale, Diego Pires, a estratégia é fundamental para a redução nos custos dos postos e uma consequente maior rentabilidade no mercado.

“A Ale está desenvolvendo soluções a partir da identificação das principais demandas dos proprietários dos postos”, explica.

“Estamos ouvindo os anseios dos nossos revendedores para continuar crescendo juntos”. A previsão é de atender cerca de 70 postos em Minas Gerais.

“Somos uma empresa pioneira no setor energético, o que nos confere expertise para atender a todos os postos da Rede Ale de Minas Gerais que estejam interessados em tornar o uso de sua energia mais eficiente e rentável”, declara o CEO da Woltz, Renato Zebral.

O novo serviço não tem custo para os postos e garante o desconto de até 10% no custo mensal.

Segundo o diretor de operações da Woltz, Jorge Batista, a implantação de energia renovável não requer obras, instalações complexas ou manutenção, pois a energia elétrica chegará ao estabelecimento pela atual infraestrutura de distribuição da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig).
“Temos um acordo com a concessionária de energia elétrica para oferecer o serviço sem necessidade de investimentos nos postos”, explica, acrescentando que o processo de contratação é feito todo em ambiente digital, por meio do site energiarenovavelale.com.br.

A Engie, maior geradora privada de energia do Brasil e uma das principais empresas no ramo de energia solar em operação no País, é detentora da tecnologia da geração. A usina fotovoltaica de 2,5MWp da empresa está sendo construída em Pompéu, a 170km de Belo Horizonte (região Central), e recebeu investimentos de cerca de R$ 12 milhões.“Somos uma empresa que coloca como prioridade estratégica a sustentabilidade”, afirma o diretor executivo de Soluções Fotovoltaicas da Engie, Rodrigo Kimura.

A eletricidade para os postos está sendo fornecida por meio da Comunidade Solar, um modelo de assinatura de energia em que os clientes não precisam ter telhado com as placas fotovoltaicas. “É uma boa opção para aqueles que alugam a propriedade, preferem não ter um sistema instalado no local ou para aqueles que não dispõem de recursos para aquisição de um sistema fotovoltaico”, comenta Kimura.

Estratégias para alavancar os negócios

Investir em tecnologia e intensificar o relacionamento com os revendedores são também estratégias da ALE para ampliar os negócios neste ano. Uma das iniciativas é o aplicativo “ALE Combustíveis”, destinado a postos ALE, revendas bandeira branca e clientes empresariais.

Além do aplicativo, a ALE firmou parceria com a Postotem —uma Startup especializada na instalação de totens eletrônicos em postos de serviços— para oferecer um novo formato de comunicação para as revendas: o “Mídia ALE. O objetivo é disponibilizar conteúdo informativo, dicas e anúncios de produtos e serviços oferecidos pelos postos da bandeira aos clientes por meio de totens eletrônicos.

Sobre a ALE – Fundada em 1996, a ALE é a quarta maior distribuidora de combustíveis do país, com uma rede de cerca de 1,5 mil postos e 5 mil clientes ativos em 21 Estados e no Distrito Federal. A companhia, que gera cerca de 12 mil empregos diretos e indiretos, passou a fazer parte do grupo internacional Glencore em 2018.

Uma das maiores tradings do mundo, a Glencore trouxe sua experiência global em logística e cadeia de suprimentos para aperfeiçoar as práticas da ALE, especialmente em operações, logística e processos.

Para os revendedores, a companhia disponibiliza diferenciais, como o Clube ALE (relacionamento e fidelização), a parceria com a Moove para fornecimento de lubrificantes da marca Mobil, a Academia Corporativa ALE (treinamento e capacitação), o programa Ligados na Qualidade (certificação do combustível), as lojas de conveniência Entreposto (EP) e as unidades de Serviço Automotivo ALE Express.

Fonte: Assessoria Imprensa Ale

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here