O consumidor brasileiro tem um olhar bastante exigente em relação a limpeza e a organização para locais de venda e consumo de alimentos e, com certeza, esse ponto de vista é essencial na decisão do cliente. 

Oferecer um ambiente confortável, agradável e prático para as necessidades do seu cliente estimulará a permanência dele em seu estabelecimento e a realizar mais refeições no local, como café da manhã, lanche, almoço ou jantar.

Engenharia de Cardápio: o que é afinal?

O papel do seu cardápio neste momento é ser estratégico para o seu negócio e atrativo para o seu cliente.

Um cardápio estratégico para a loja de conveniência é aquele que você consegue utilizar as mesmas matérias-primas para diversas preparações, possibilitando assim: 

1️⃣ melhor negociação com os fornecedores pelo volume de compras

2️⃣ mensurar de forma adequada os custos envolvidos com base nas fichas técnicas

3️⃣ padronizar os produtos do cardápio, garantindo um mesmo produto de qualidade

Um cardápio atrativo para o cliente é aquele que permite escolher qualquer alimento independente da refeição, ou seja, o cliente terá opções práticas de escolhas independente do horário que deseja alimentar-se (café da manhã, almoço, lanche da tarde ou jantar). 

Outro ponto que também aproxima o seu consumidor é oferecer um produto típico da sua região, que proporcione uma experiência de resgate de memórias afetivas, além do sabor, conecta com a emoção e com a cultura local.

Se essa for uma estratégia para o seu negócio, é preciso comunicar de forma clara ao seu cliente que essa preparação é especial. 

E quando pensamos em unir o estratégico para a loja de conveniência e o atrativo para o cliente, existe uma ferramenta que se chama engenharia de cardápio que pode te ajudar a definir onde incluir cada item no layout do seu cardápio, dando destaques as preparações com menor custo e facilidade de produção, ou seja, maior rentabilidade, chamando assim mais atenção do cliente para esses alimentos que temos maior foco de vendas.

Além das opções fixas já existentes no cardápio, pode ser uma estratégia adicional de venda a sua loja de conveniência apresentar novidades que atraia a atenção do cliente.

Suco de Morango – Web Lanches

Uma sugestão é inserir alimentos sazonais, que estão na safra de um determinado período, oferecendo, por exemplo, uma opção diferente de suco ou fruta sazonal, torna-se além de algo temporário, uma oportunidade de venda com um custo menor. Ou ainda trabalhar com um cardápio direcionado para as datas comemorativas, tão presentes no calendário brasileiro. 

Neste período, em que as lojas de conveniência já fazem parte do nosso dia a dia, é preciso estar atento às necessidades e à experiência do cliente, oferecendo produtos saborosos e com qualidade.  

Escrito por Tatiana de Queiroz Campos – Nutricionista, pós-graduada em vigilância sanitária dos alimentos e gestão de negócios, com mais de 20 anos de experiência no varejo. Gestora comercial do Grupo Tria – Consultoria e Treinamento, empresa que atua para implantação dos processos de segurança alimentar e adequação às normas para o setor de food service. 

Grupo Tria – O Grupo Tria – Consultoria e Treinamento é formado por três empresas de consultoria existentes a mais de 10 anos no segmento de prestação de serviços para adequação às normas do setor de alimentos, que em busca de melhoria continua e inovação se uniram, são elas: Adequa Consultoria, Eco Alimentar e Qualy Food.

Lançado em 2018 o Grupo Tria, buscou como grande diferencial o Foco nas Pessoas, ou seja, nos colaboradores dos nossos clientes, desenvolvemos uma abordagem dinâmica e interativa para que os funcionários de cada cliente atendido assimilem e coloquem em prática os conteúdos envolvendo higiene e segurança dos alimentos. 

Fonte: Brasil Postos

+++ LEIA TAMBÉM: 5 dicas de segurança dos alimentos para lojas de conveniência

+++ Boas práticas e resultados financeiros da loja de conveniência



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here