A venda de um alimento é aparentemente simples, mas requer diversos cuidados que só quem está no dia a dia da operação sabe, certo? 

Na estruturação para abertura da loja de conveniência, iniciamos com a elaboração do cardápio, afinal ele tem como finalidade atrair os seus clientes e gerar resultados financeiros para o seu negócio.

Durante a elaboração do cardápio é importante considerar expectativa de vendas, estrutura física, os equipamentos, número de colaboradores que a sua loja de conveniência dispõe. 

Cardápio a la carte: o que é e como montar? - Saipos

A busca dos fornecedores é uma etapa importante, geralmente a primeira avaliação é sensorial – basicamente sabor e aparência, então iniciamos as perguntas que estão relacionadas a qualidade do produto:

1️⃣ qual o prazo de validade?

2️⃣ esse produto é mantido congelado ou refrigerado?

3️⃣ precisamos de um período de fermentação / ambientação antes do aquecimento? 

4️⃣ que modelo de forno é ideal? 

5️⃣ qual temperatura o produto precisa para manter a sua qualidade e padrão? 

+++ LEIA TAMBÉM: 5 dicas de segurança dos alimentos para lojas de conveniência

Esses questionamentos são tão automáticos, que não percebemos, mas sim, eles são importantes para garantir a qualidade e segurança dos alimentos comercializados na sua loja e podemos incluir essa avaliação como uma etapa de boas práticas. 

Como aumentar as vendas na loja de conveniência em 5 passos

Antes da primeira compra é fundamental que os espaços internos atendam as normas sanitárias e que seja possível realizar a manipulação dos alimentos de forma adequada e com higiene necessária, de forma a minimizar o risco sanitário, basicamente precisamos da seguinte estrutura: 

1️⃣ Estoques: secos e refrigerados – geladeira e freezers

2️⃣ Área de produção: pré-preparo e preparo dos produtos (cozimento e forneamento)

3️⃣ Área de vendas: considerando as expectativas de vendas e layout de loja, se o modelo de negócios contempla consumo no balcão ou com mesas, se vai dispor de buffet ou vitrine.  

👁 Agora que o cardápio foi definido, os fornecedores já foram homologados é importante vincular aos produtos disponíveis para venda e manipulados no local à uma ficha técnica, que podemos entender em duas formas:

✅Ficha técnica operacional: que descreve os ingredientes, quantidades, rendimento, modo de preparo e forma de comercialização, com direcionamento para equipe de produção. 

Guia Passo a Passo de Como Montar uma Ficha Técnica para Restaurante

Ficha técnica gerencial: que além das informações acima, reúne as informações financeiras de cada ingrediente e permite o cálculo dos custos de cada preparação, fornecendo dados fundamentais para o gestor como CMV e curva ABC dos itens, por exemplo. 

Guia Passo a Passo de Como Montar uma Ficha Técnica para Restaurante

Essa padronização ajuda a definir um padrão de preparo para equipe e permite análise de rentabilidade de cada produto do cardápio, garantindo ao cliente um produto com o mesmo padrão de qualidade.  Vale a pena salientar que a redução do desperdício é um ganho importantíssimo na rentabilidade do negócio e ponto de atenção quando falamos sobre padronização de processos. 

O intuito desse texto é demostrar como as boas práticas estão presentes de forma simples, com olhar para experiência do cliente e é possível esse alinhamento em conjunto com os resultados financeiros da sua loja de conveniência.  

Escrito por Tatiana de Queiroz Campos – Nutricionista, pós-graduada em vigilância sanitária dos alimentos e gestão de negócios, com mais de 20 anos de experiência no varejo. Gestora comercial do Grupo Tria – Consultoria e Treinamento, empresa que atua para implantação dos processos de segurança alimentar e adequação às normas para o setor de food service. 

Grupo Tria – O Grupo Tria – Consultoria e Treinamento é formado por três empresas de consultoria existentes a mais de 10 anos no segmento de prestação de serviços para adequação às normas do setor de alimentos, que em busca de melhoria continua e inovação se uniram, são elas: Adequa Consultoria, Eco Alimentar e Qualy Food.

Lançado em 2018 o Grupo Tria, buscou como grande diferencial o Foco nas Pessoas, ou seja, nos colaboradores dos nossos clientes, desenvolvemos uma abordagem dinâmica e interativa para que os funcionários de cada cliente atendido assimilem e coloquem em prática os conteúdos envolvendo higiene e segurança dos alimentos. 

Fonte: Brasil Postos



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here