Como divulgados por nós no final de fevereiro/20, à partir do dia 01/03/20, o percentual de biodiesel no óleo diesel comercializado no país, passou de 11% para 12%.

E estamos vendo alguns casos onde as distribuidoras não estão repassando de forma correta a redução ocorrida no ultimo leilão de nº 71 da ANP, justificando que houve aumento no custo do biodiesel adquirido.

Reiteremos que conforme homologação da ANP, órgão responsável pela homologação e validação das informações sobre o leilão de biodiesel, o custo do produto a nível Brasil teve QUEDA, em relação ao último leilão.

Devido a mudança do percentual, é claro que na composição de “CUSTO” do produto, o impacto do biodiesel ele é maior, pois houve um incremento de 1% na sua composição.

Segue exemplo da conta que a distribuidora está utilizando para justificar o “aumento”.:

Levando em consideração a região Sudeste, quanto o biodiesel representa em R$/L, na composição de custo do diesel.:

Como mencionado acima, devido a mudança do %, na composição do custo realmente o impacto gerado é maior. Porém essa não é conta correta a ser feita, para mostrar qual o impacto gerado no “PREÇO” final.

A conta que deve ser utilizada é outra.:

Segue exemplo, levando em consideração a região sudeste.

Quer ter gestão sobre estas questões, entre em contato com a Valêncio Consultoria em Combustíveis.

Vejam que o impacto gerado no preço final é diferente, pois a mudança na metodologia do cálculo também é diferente.

Portanto é de suma importância rebater qualquer informação que seja diferente dessa, levando em consideração as informações oficias divulgadas pelo órgão que regulamenta o mercado de distribuição de combustíveis no país.

Acesse: www.valencioconsultoria.com.br

Murilo Barco | Diretor Comercial
Valêncio Consultoria Combustíveis

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here