Em estudo recente da Fecombustíveis entre 2010 e 2016 as margens média/ano das distribuidoras subiram de 5% para 8%, enquanto dos postos revendedores as margens caíram de 13% para 11%.

Fica claro que o percentual de aumento ocorrido na distribuição não seguiu uma tendência econômica viável e sustentável que trouxesse também benefício para o seu principal cliente os revendedores. Na verdade, a distribuidora capitalizou margens dos postos, sem que esse tivesse condição e espaço para reajustar no varejo.

Abaixo listo dois motivos que motivam isso:

1 – Falta de Gestão sobre Preços e Margens

Infelizmente os postos revendedores precisam mais do que nunca ter uma gestão especializada sobre as condições comerciais de compra, olhando os custos das distribuidoras, do mercado em que está inserido e a relação destas variáveis. Muitas vezes o problema não está no valor de venda, e sim na compra e no quanto você tem remunerado de margem para a sua distribuidora, e elas sabem que você muitas vezes não verifica isso de uma forma técnica.

Saiba mais clique aqui.

2 – Argumentos pautados em dados técnicos

Você dono de posto ou gerente já deve ter entrado em discussão com seu assessor comercial sobre os preços de compra dos combustíveis, e sempre teve respostas dele para tudo. Aqui esta questão, como você vai discutir comercialmente algo que é pautado variáveis econômica e mercado? Por isso é importante ter um serviço especializado auxiliando você a identificar as discrepâncias de margens das distribuidoras em seu posto, e trazer isso para algo real.

Você tem acompanhado os reajustes da Petrobras?

Saiba mais clique aqui.

Portanto, distribuidoras se tornaram organismos de pensamento financeiro voltado a resultados a qualquer custo, com sistemas voltados para isso, metodologias e equipes formadas para este propósito olhar os lucros de suas empresas. Você revendedor precisa estar blindado contra isso, é hora de ter uma atitude diferente sobre seus preços de compras de combustíveis.

 

Fale conosco, podemos te ajudar.

www.valencioconsultoria.com.br

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here