Administrar corretamente uma Loja de Conveniência é um processo de organização, planejamento, assegurando a liderança e o controle do trabalho de toda a equipe.

Para isso, vamos ajudar você a aumentar a performance da loja de Conveniência e melhorar muito mais o resultado do seu negócio:

1- Organize e planeje o todo o ambiente da loja;
2- Analise a localização das mercadorias e gerencie as categorias;
3- Invista na exposição das mercadorias e no merchandising;
4- Treine a sua equipe continuamente e cultive seus clientes.

Através destes 4 principais fatores, deve-se transformar o processo de compras de produtos planejados, em uma compra de produtos planejados e não planejados, tanto por impulso como por promoção.

o PRODUTO certo
na HORA certa
no LUGAR certo
com o PREÇO certo
com a EXPOSIÇÃO e LOCALIZAÇÃO certa
para o PÚBLICO certo

Esse método visa reduzir os custos tendo apenas o estoque no nível necessário para seus clientes.

1. Organização e Planejamento da Loja
A organização da loja e o planejamento dos produtos no ambiente devem ser bem executados. Em uma loja de conveniência, o sentido do merchandising que mais se evidencia é a visão, com 83%. Fique atento!

Existem muito fatores que bloqueiam a compra por impulso:

Desorganização;
Os extremos (pouco ou excesso de produtos expostos);
Cheiro ruim no estabelecimento;
Temperatura desconfortável;
Som inadequado;
Falta de higiene, entre outros.

2. O Gerenciamento de Categorias – O modelo de administração de gerenciamento de categorias é baseado no conhecimento do cliente. Assim, cada categoria de produto é gerenciada como uma unidade estratégica de negócio.

Os grupos de categorias tem o objetivo de aumentar o lucro e as vendas, além de agregar muito mais valor ao consumidor final. São eles:

– Destino
– Rotina
– Sazonal
– Conveniência
– Nicho

3. Merchandising – O Merchandising no ponto de venda tem várias funções. Além de atrair muito mais a atenção do consumidor e aumentar o fluxo da loja, aumenta as vendas por impulso e o giro dos produtos no ponto de venda – PDV.

+++ LEIA TAMBÉM – Loja de Conveniência: Dicas de Layout e Visual Merchandising

Cria também o elo entre a propaganda e o produto, atrai novos consumidores porque o produto é apresentado de forma mais atraente, facilitando o atendimento dos funcionários e os fornecedores.

4. Treinamento da Equipe – Lembre-se que o desempenho dos seus funcionários reflete diretamente no resultado do seu negócio. O funcionário deve:

01- Ter agilidade no atendimento,

02- Ser cordial,

03- Ter o conhecimento de todo mix de produtos e de todos os serviços realizados pelo posto,

04- Ser pró-ativo.

O funcionário satisfeito e bem treinado atrai muito mais clientela, pois se tornar perceptível na qualidade do atendimento.

5. Clientes – Observe a clientela e levante informações sobre o consumidor, pois traçando o perfil, conseguirá atingir rapidamente seus futuros consumidores. Através dessa análise, poderá perceber qual a real necessidade do consumidor, classe social, desejos, idade, etc.

6. Gestão Financeira e Automação da Loja de Conveniência – Gestão financeira é o conjunto de ações e procedimentos administrativos relacionados com:

– Planejamento;
– Execução;
– Análise;
– Controle das atividades financeiras.

O propósito dessa gestão financeira é obter o máximo de resultados e lucros na loja de conveniência.

Incluir um sistema de gestão que vise controlar a área financeira e tributária do estabelecimento é importante para o sucesso na administração e bom funcionamento da loja, é um investimento que vale a pena. Busque melhorar sempre o desempenho de todos os fatores como um todo, a automatização facilitará muito esse processo.

7. Administração do Controle do Estoque – A administração do controle do estoque da loja de conveniência deve ser feita por pessoas diferentes do financeiro para ter mais controle de toda a papelada, que não é pequena. São elas:

01- Notas de entrega e fornecimento das mercadorias (entrada de produtos);
02- Ordens de compra, recibos e notas fiscais
03- Notas de retorno/devolução
04- Requisições e notas para saída de produtos
05- Utilize sistemas para ter controle da entrada, saída de mercadorias, consulta de preços e quantidade de estoque. São automações extremamente úteis, por realizarem baixa automática do estoque e agiliza o processo de venda.

+++ LEIA TAMBÉM – Cadastro de Produtos: Fator chave no resultado da loja de conveniência

O processo de atualização de dados deve ser muito preciso para não ter chances de erros nos cálculos, a dica é aderir um sistema de gestão empresarial logo no começo do negócio.

Assim, é possível identificar os produtos que mais vendem, serviços mais prestados, e quais mercadorias geram mais lucro. Inclusive, o planejamento das compras, o controle do giro de estoque é muito mais preciso e permitirá a resolução de possíveis problemas com fornecedores.

 

Se você se interessa por este tema de Loja de Conveniência continue seguindo nosso Blog, agora se você deseja aprofundar seu conhecimento conheça nosso Curso Online de Loja de Conveniência. Clique aqui e saiba mais

 

 

+++ MIX DE PRODUTOS É ESSENCIAL PARA O SUCESSO DA CONVENIÊNCIA

+++ 6 Dicas para Organizar as Gôndolas da sua Loja de Conveniência

+++ Loja de Conveniência: Dicas de Layout e Visual Merchandising

+++ Loja de Conveniência – A comunicação no PDV

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here