Stockyards, rede do Grupo VPJ Alimentos, mira nos estados de Espírito Santo, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, São Paulo  e outras cidades do interior da capital onde já marca presença.

Stockyards, rede de restaurantes de conceito fast casual – gênero de restaurante que não oferece serviço de mesa, mas promete qualidade e uma atmosfera diferente – projeta a abertura de 300 unidades para os próximos dez anos e, para isso, apostam também nas áreas de conveniência de postos de combustível espalhados pelos estados do Espírito Santo, Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Rio de Janeiro e outras cidades do interior da capital como, Araras, Bauru, Hortolândia, Jundiaí, Leme, Limeira, Pirassununga, São José dos Campos, Sorocaba, Sumaré, Valinhos e Vinhedo.

Ao oferecer sanduíches preparados com carne Angus, a preços a partir de R$ 9,90, têm atraído alta demanda de consumidores nas quatro cidades em que a marca já está presente no interior de São Paulo, como Jaguariúna, Paulínia, Ribeirão Preto e Mogi Mirim. Ainda no segundo semestre deste ano, chega aos municípios de Americana, Amparo e Piracicaba, outras localidades, fechando 2019 com sete unidades e faturamento na casa de R$ 9,5 milhão.

Com investimento a partir de R$ 550 mil, valor que não inclui a obra e adequações do ponto comercial, a Stockyards prioriza sua expansão no formato de lojas instaladas em vias de acesso e outros comércios que tragam sinergia ao negócio. Para atender os padrões, a franqueadora exige metragem mínima de 200 metros quadrados e a contratação de pelo menos 15 funcionários para começar a operar.

Cada unidade apresenta lucratividade entre 15% e 25%, dependendo da faixa de faturamento. A marca tem como meta faturar acima de R$ 300 mil mensais por loja.

fast casual, proposta bastante difundida nos Estados Unidos, é uma proposta intermediária entre os restaurantes tradicionais e os fast-food. Tem preços acessíveis e consiste na oferta de sanduíches e espetos premium feitos na hora, com produtos frescos e de qualidade, além de agilidade na entrega. O consumidor pede, paga e retira a comida no balcão. “O formato é tendência no mundo todo e tem ótima aceitação do público brasileiro, que cada vez mais se preocupa com a qualidade dos alimentos. Isso não será diferente no estado do Paraná”, diz Alexandre Lorenzon, gerente de expansão da Stockyards.

A marca pertence ao Grupo VPJ Alimentos com forte atuação em fazendas de pecuária, seleção e melhoramento genético da raça Aberdeen Angus e frigorífico produtor de proteína bovina, suína, ovina e aves, que produz de forma exclusiva as carnes que chegam às lojas Stockyards. Com alta qualidade e excelência, o grupo controla todos os elos da cadeia produtiva por meio de alta tecnologia e rigorosos processos de seleção e melhoramento do produto, que são totalmente livres de hormônios e antibióticos e possuem certificação de qualidade da Associação Brasileira de Angus (ABA), por meio da certificadora alemã TÜV Rheinland. Hoje, são consumidos na rede cerca de sete toneladas de carne por mês.

O cardápio das lojas é composto por saladas, batatas rústicas, mandioca frita, sobremesas com sorvetes e minichurros, além de combos. Um steak burger de picanha Angus com queijo e salada, por exemplo, é vendido a R$ 22,90. O ticket médio está na faixa de R$ 36,90.  “O nosso diferencial é oferecer de forma acessível uma carne de extrema qualidade, que é encontrada no mercado a preços altos. Temos a estrutura de um restaurante da alta gastronomia, produtos premium, mas por consumirmos insumos do nosso grupo, ganhamos em escala e poder de negociação”, ressalta Lorenzon.

A inspiração country e o ambiente descontraído também são atrativos da Stockyards, que teve a primeira franquia montada em Jaguariúna (SP), em 2017, após 10 anos de sua unidade própria itinerante – ainda ativa – dentro do Jaguariúna Rodeo Festival. Foi isso que norteou o desenvolvimento sustentável do negócio dentro do franchising.

 Raio X da Franquia Stockyards:

Investimento Inicial:               A partir de R$ 550 mil

Taxa de Franquia:                   R$ 80 mil

Retorno do investimento:       A partir de 30 meses

Capital de Giro:                       R$ 100 mil a R$ 150 mil

Royalties:                                5% sobre o faturamento

Fundo de Publicidade:            R$ 2% sobre o faturamento

Prazo do Contrato:                  5 anos

Ano de fundação:                   2007

Início no franchising:              2017

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here