Empresas que buscam se destacar no atual mercado competitivo moderno precisam dar excelência as suas rotinas produtivas. Nos postos de combustível não é diferente: adotar práticas assertivas que melhorem a gestão e sejam sustentáveis se tornou indispensável – como monitorar os tanques de combustível do seu posto.

Muitos ainda não adotam essa ferramenta – o que os coloca posicionados abaixo da concorrência – por acreditarem que o processo é dispensável e pouco funcional. Pelo contrário: é necessário e pode ser feito de forma automatizada. Nesse artigo, entenda por que monitorar os tanques de combustível do seu posto e as vantagens dessa ação.

Controle e operação do produto

O principal produto de um posto do gênero é o combustível, certo? Então, o primeiro ponto a ser analisado é eficiência operacional e controle desse insumo. Em outras palavras, diminui-se a perda de combustível dentro da própria empresa, entende-se quais bombas estão falhando, erradica perdas por falta de operacionalização e se identifica vazamentos no reservatório.

Através de sistemas de automação, ambientais e específicos neste caso, que automatizam e centralizam as informações, aliados a outras tecnologias, fica mais fácil e transparente entender como está a operação do seu tanque de combustível. Diminui-se custos, otimiza-se o estoque e permite soluções pontuais, impedindo que você tenha problemas ainda maiores ao longo do tempo.

O fator ambiental e a legislação

Além do controle e operação do produto, outro ponto que é extremamente importante para você adotar o monitoramento dos tanques de combustível: o fator ambiental. É indispensável que seu posto passe uma imagem de alguém preocupado com o meio ambiente, pois os combustíveis estão entre os principais problemas de contaminação de nascentes e solo no país.

Mais do que isso: há legislações estaduais que obrigam os postos a terem um monitoramento dos tanques de forma periódica. Quando o nível do estoque é menor do que o padrão de abastecimento, identifica-se prontamente o problema e evita, tanto a nível ambiental, quanto na legislação, que seu posto sofra com consequências.

Benefícios fiscais e tributários

É importante retomar que um bom monitoramento impede não apenas perdas, mas também que haja discrepância nas informações, como o volume no tanque em relação a saída das bombas. Consequentemente, isso afeta de forma direta seu sistema tributário, o que deixa mais clara e transparente suas operações.

E como adotar?

Atualmente há uma série de recursos tecnológicos, integrados aos sistemas gerenciais e de automação que citamos anteriormente, que fazem esse trabalho de forma contundente e assertiva. Um recurso específico conhecido como Medidor Volumétrico de Combustíveis (MVC) é o modelo adotado, principalmente em estados que exigem o controle do tanque.

Esse tipo de equipamento dá em tempo real, as informações, alarmes e notificações sobre as mais variadas situações dentro do seu tanque de combustível: volume atual e diário a serem comparados, vazamentos e, em alguns casos, estado de conservação e segurança do reservatório.

Isso porque há integrado o Sistema de Medição e Monitoramento Ambiental, que traz os dados citados anteriormente, dispondo de sensores que medem riscos ambientais. Assim, ao possuir os três sistemas (automação, medidor volumétrico e ambiental), tudo ficará mais fácil de ser gerenciado, evitando perdas, vazamentos e claro, uma dor de cabeça para você.

Clique aqui e faça a cotação Sistema MVC agora mesmo !

 

Acesse o site da EXCELbr para mais informações: https://excelbr.com.br/

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here